Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:
BRINCAR É COISA SÉRIA!
Entrevistado: SIMÃO DE MIRANDA





O jogo, o brinquedo e a brincadeira sempre estiveram presentes na vida do homem, dos mais remotos tempos até hoje, nas suas mais variadas manifestações. Do nascimento até a morte, convivemos com o elemento lúdico. Somos movidos pelo prazer de fazer. Prazer e alegria não se dissociam jamais. E o brincar é uma fonte inesgotável desses dois elementos, afirma Simão de Miranda.
Mestre em Educação pela UnB, graduado em Educação Artística pela Fundação Brasileira de Teatro, especialista em Didática do Ensino Superior pela Universidade Católica de Brasília, professor de ensino médio e curso superior, Simão ministra cursos, oficinas e palestras em diversas universidades, secretarias de educação e empresas. Autor de várias obras, ele vem há 14 anos dedicando-se ao caráter lúdico da educação.
Neste bate-papo, Simão fala sobre a importância da atividade lúdica e apresenta seu livro Um vôo possível: O sucesso escolar nas asas da auto-estima.

De que forma as atividades lúdicas podem favorecer o desenvolvimento dos alunos?
Simão:
A atividade lúdica atinge imediatamente cinco dimensões humanas essenciais ao processo educativo: afeição, cognição, socialização, criatividade e motivação. Para cada uma delas, quando um jogo é praticado, mobilizam-se fenômenos que envolvem o ensino e a aprendizagem. A afeição está ligada à sensibilidade e à auto-estima. A cognição diz respeito à elaboração do pensamento lógico, à linguagem e à resolução de problemas. A socialização conecta-se à cooperação e à integração. A criatividade estimula a imaginação e a criação. A motivação liga-se ao interesse, à alegria e ao entusiasmo.

Novas dinâmicas para grupos: A aprendência do conviver apresenta sugestões de atividades para trabalhos em grupo. Qual o objetivo da obra?
Simão:
Esse é um dos meus livros preferidos. Propõe reflexões e oferece subsídios para quem lidera grupos na escola, na empresa, na comunidade e para todos que buscam prosseguir no aprendizado da convivência, a fim de ampliar a compreensão dos fenômenos internos a cada grupo e entre grupos, renovando seu repertório de atividades.

Um vôo possível: O sucesso escolar nas asas da auto-estima é o título de seu próximo livro pela Papirus. De que se trata e a quem se destina essa obra?
Simão:
O livro aponta o autoconceito como requisito fundamental para a mobilização dos diversos fenômenos que interessam ao processo educativo. Defende a idéia de que o aluno precisa desenvolver autoconfiança e auto-respeito para lidar melhor com os desafios da vida intra e extramuros da escola, e que precisa ser motivado a reconhecer-se capaz de alçar vôos.

.