Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:


Basta de cidadania obscena!
Autor: Mario Sergio Cortella / Marcelo Tas
Editora: Papirus 7 Mares
Edição: 01
Área: Filosofia
Coleção: Papirus debates
Código: 9788595550025
ISBN: 978-85-9555-002-5
Lançamento: 04/04/2017
Ano 1ª Edição: 2017
Acabamento: Colado e costurado
Encadernação: Brochura
Nº Páginas: 112
Orelha: Sim
Público Alvo: Geral.
Preço de Capa: R$ 34,90
Peso (Kilos): 0,1550

Sinopse

Se a cidadania pode ser definida como o conjunto de direitos e deveres individuais, garantido por instituições justas, visando ao bem coletivo, a prática, no entanto, tem mostrado que nem sempre é assim – ou, pelo menos, não para todo mundo. Neste livro, o filósofo Mario Sergio Cortella e o comunicador Marcelo Tas conversam sobre o tema de um ponto de vista pouco convencional. Aqui, eles expõem o avesso da cidadania, aquela que não é ética, decente, e sim vexatória – obscena.
Hoje, observa-se muitas vezes que a cidadania se caracteriza mais como inclusão precária, vide os inúmeros problemas que enfrentamos no Brasil com saúde e educação, por exemplo. Diante disso, os autores apontam possíveis mecanismos de enfrentamento a esse cenário fraturado. Entre as questões que trazem para discussão, eles avaliam o papel social dos formadores de opinião na promoção da cidadania e na consequente recusa ao obsceno, especialmente em nossa era digital. E questionam: com as redes sociais, será que de fato participamos mais ativamente como cidadãos? Entre a intenção e a adesão às causas boas, como se insere a prática concreta?

Sumário

Cidadania, só que não!
Formador de opinião x formador de verdades
A comunicação a serviço da boa cidadania
Cidadania e revolução digital
Cidadania para poucos
"País dos coitadinhos"
Politicamente (in)correto
Cidadania e poder público
Dialogar para transformar
Recusa ao obsceno

.