Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:

Newsletter

MUITO ALÉM DE FRANKFURT


No ano de 2006, o professor de Filosofia Marcos Nobre, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e outros especialistas acadêmicos ministraram um concorridíssimo curso livre sobre Teoria Crítica no Instituto Goethe de São Paulo. Ali foi plantada a semente que gerou a obra Curso livre de Teoria Crítica, organizada por ele e lançada pela Papirus Editora. "Há muito mais que a Escola de Frankfurt na Teoria Crítica. Esse livro pretende fornecer um panorama dessa tradição intelectual, mostrando sua diversidade e interesse de forma acessível a não especialistas", diz ele.

Com efeito, a obra composta por textos do próprio Nobre e de outros treze especialistas é um sopro de frescor nas discussões em torno da teoria cuja origem remonta ao século XVIII, com o trabalho de Karl Marx. Para isso, o livro traz a seus leitores não só discussões sobre autores frankfurtianos consagrados - como Adorno, Benjamin, Marcuse e Habermas -, mas também versa sobre aqueles praticamente desconhecidos do grande público brasileiro, casos de Friedrich Pollock, Franz Neumann e Otto Kirchheimer.

"A obra não se restringe a uma produção histórica. Abrange também temas e autores contemporâneos, tratando de assuntos como o feminismo, a tolerância e a psicanálise, ou seja, o livro pretende discutir também a situação atual da Teoria Crítica", conta Nobre. Com o perdão da Escola de Frankfurt, as discussões do livro promovem o exato reverso de uma das frases mais conhecidas daquela escola: em vez de um eclipse total da razão, o livro eclipsa a ignorância.

.