Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:

Newsletter

Sucesso ou fracasso: A comunicação e a metacomunicação

A comunicação é muito importante no dia-a-dia e comunicar-se bem é certamente um diferencial na hora de conquistar uma colocação no mercado de trabalho ou até mesmo para galgar novos postos na empresa onde o profissional já atua. No entanto, não são apenas as palavras que fazem a diferença: um gesto ou uma expressão facial podem dizer mais do que mil delas, ou seja, é preciso pensar na metacomunicação, aquilo que não pode ser traduzido em palavras, mas que traz muito mais detalhes à mensagem que se quer transmitir. Uma boa comunicação e uma metacomunicação efetiva podem significar o sucesso ou o fracasso em uma entrevista de emprego, por exemplo. Trabalhar isso em dinâmicas de grupo é a proposta de Simão de Miranda no livro Oficina de dinâmica de grupos para empresas, escolas e grupos comunitários - Volume III, lançamento da Papirus Editora.

"Compreender melhor o contexto da comunicação e da metacomunicação nos faz perceber, por exemplo, que aquilo que não se diz explicitamente no curso do ato comunicativo precisa ser levado em conta tanto quanto o que se diz", explica o autor. O objetivo do livro, segundo ele, é trabalhar, entre outras coisas, situações pilares das relações humanas, como a percepção do outro, o trabalho em equipe, a socialização, a crítica, o julgamento, a postura ética, a tomada de decisões, a liderança e a negociação. "Tudo isso no sentido de favorecer aos grupos o alcance de um melhor status de equilíbrio e de qualidade, contribuindo com a construção de um mundo melhor", completa.

Ao todo são 30 dinâmicas, cada uma delas indicando o número de participantes, sua disposição no espaço, materiais e recursos necessários e previsão de duração. "As dinâmicas de grupos proporcionam aprendizagens valiosas e diversas aos membros de um grupo, tanto no sentido da vivência pessoal (autoconhecimento), como na interpessoal (percepção do outro). Elas ajudam a entender como se dá o funcionamento dos grupos, possibilitando-nos a compreensão daquilo que mobilizamos nas nossas relações sociais", explica Simão de Miranda. Voltado para professores, gestores educacionais, administradores, chefes de setores, responsáveis por Recursos Humanos das empresas, esse livro foi projetado para fazer das dinâmicas apresentadas elementos motivadores à continuidade do trabalho proposto, dando sentimento de pertencimento e abraço à causa.

.