Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:

Newsletter

LANÇAMENTOS EM EDUCAÇÃO

A Papirus Editora preparou para outubro lançamentos de peso na área de educação. As obras, de coleções diversas, são destaque na 32ª Reunião Anual da Anped (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação), que acontece de 4 a 7 de outubro em Caxambu-MG. Confira:

Em Abecedário: Educação da diferença, livro organizado por Julio Groppa Aquino e Sandra Mara Corazza, autores-doutores de áreas como psicologia, educação e filosofia desenvolvem verbetes para cada letra do alfabeto (exceto k, w e y). Cada letra rende dois textos sobre assuntos ligados à educação da diferença. Os temas são diversos: xerox, sociedade de controle, inclusão escolar. A proposta é trabalhar tanto o conceito básico (relacionado à educação), quanto o pedagógico (agora atravessado pela diferença).

Avaliação escolar, gênero e raça, de Marília Pinto de Carvalho, traz uma discussão bastante controversa: a questão do desempenho escolar de meninos e meninas e de pessoas de diferentes raças. Na obra, a autora se baseia em estatísticas que demonstram a diferença de desempenho entre homens e mulheres, brancos e negros, além de questões relativas ao trajeto que cada grupo percorre durante o processo de escolarização e seus resultados (conclusão ou abandono).

Ensinar não é fácil. Mas preparar pessoas para a profissão docente é um desafio ainda maior. No entanto, é possível fazê-lo de uma forma completa e agradável, como mostra a educadora Ilma Passos Alencastro Veiga em sua obra A aventura de formar professores, lançamento da Papirus Editora. De acordo com a autora, o livro tem um objetivo muito simples: discutir o processo de formação de professores, bem como analisar algumas possibilidades e alternativas para o sucesso pedagógico da docência. E, para ela, formar docentes é realmente uma aventura.

Produzir mais em menos tempo, não ter autonomia para realizar atividades ou criar novas possibilidades de execução de tarefas, enfrentar o excesso de gerencialismo. Tudo isso pode parecer a descrição de um dia em uma empresa qualquer, mas na verdade constitui a realidade do trabalho docente. O assunto é analisado no livro A intensificação do trabalho docente: Tecnologias e produtividade, organizado por Fernando Fidalgo, Maria Auxiliadora Monteiro Oliveira e Nara Luciene Rocha Fidalgo. A obra traz as várias facetas da jornada do professor, seja ele da educação básica ou do ensino superior.

A reconfiguração da escola: Entre a negação e a afirmação de direitos, organizado por Miguel Arroyo e Anete Abramowicz, avalia as razões e as ações que levam à reprovação, à segregação e ao fracasso de crianças e jovens nas escolas brasileiras, sugerindo intervenções para que essa situação seja mudada. A obra está dividida em seis capítulos, que tratam da noção de fracasso escolar, de políticas e ações educacionais, da escola sul-africana, de espaços virtuais de aprendizagem, do fracasso escolar na sociedade de controle e da ameaça ao direito à educação.

Organizada por Mary Rangel, a obra Supervisão e gestão na escola: Conceitos e práticas de mediação oferece a profissionais de educação e estudantes de licenciatura e pedagogia estudos sobre ações supervisoras, suas contribuições ao ensinar e aprender. Os seis capítulos que compõem o livro fazem o elo entre orientação e supervisão escolar, bem como analisam a importância de sua existência harmônica não apenas para o processo de aprendizagem do aluno, mas também como ferramenta essencial na formação continuada de docentes e na aplicação do projeto político-pedagógico da escola.

.