Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:

Newsletter

Educação física no ensino médio:
Superação, autonomia e vivência cidadã

A educação física na fase escolar não tem apenas a função da busca pela saúde corporal; na verdade, é muito mais do que isso. O esporte pode ajudar na educação de jovens que estão em formação, principalmente nessa época na qual as escolhas podem influenciar o rumo de suas vidas. Com a intenção de melhorar a qualidade da disciplina no ensino médio e contribuir na estruturação de práticas pedagógicas significativas aos alunos, a Papirus Editora lança o livro Aulas de educação física no ensino médio, escrito por Wagner Wey Moreira, Regina Simões e Ida Carneiro Martins.

Baseados na afirmação de Maurice Merleau-Ponty de que "a máquina funciona; o corpo vive", os autores focam os temas corporeidade e esporte. Para isso, discutem a necessidade de a educação física se preocupar com a aquisição de um corpo possível e não de um corpo-máquina perfeito. Além disso, de forma bastante didática, os autores reservam boa parte do livro para ampliar o repertório de atividades que podem ser desenvolvidas pelos professores, explicando suas variações e os diversos temas com os quais contribuem.

"É muito importante aos professores de educação física a ampliação de seus conhecimentos relativos à corporeidade, ao esporte e aos temas geradores relacionados a esses princípios teóricos. No livro, oferecemos sugestões que podem auxiliar os profissionais a desenvolverem as atividades na prática verificando a pertinência da proposição com o objetivo que se pretendia alcançar. Muitas dessas atividades já tinham sido desenvolvidas e analisadas; já outras, tivemos que experimentar com alunos do ensino médio para que pudessem ser avaliadas", explica Ida Carneiro.

O livro foi pensado para professores do ensino médio graças à verificação dos autores de que há pouca produção direcionada a esse ciclo de ensino. Porém, o conteúdo teórico e as propostas de atividades podem ser estruturados também para o desenvolvimento dos processos pedagógicos dos professores do ensino fundamental.

"As proposições da publicação podem ser seguidas como sugeridas ou em outras combinações, dependendo do objetivo de cada um. No entanto, buscamos construir um processo pedagógico coerente que propicie aos alunos o conhecimento de determinados temas, partindo da realidade educacional vivida pelos professores", afirma a escritora.

Para os autores, que criaram o livro com base um trabalho de pesquisa realizado na Universidade Metodista de Piracicaba, além da função da educação física e do esporte como disciplina curricular no ensino médio, são importantes também como área de produção de conhecimento científico na própria universidade.

.