Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:


NOV/2006 - MEIO MILHÃO DE LIVROS!



Rubem Alves atinge a marca de 500 mil livros vendidos pela Papirus Editora

O educador Rubem Alves atingiu a marca de 500 mil livros vendidos pela Papirus Editora, de Campinas. É como se metade da população da cidade tivesse lido um livro do autor publicado pela editora. "Fiquei impressionado com este número! Não sei se se equipara à felicidade de ter um filho, mas é muito bom, é uma sensação muito boa", diz Alves.

Foram 40 títulos lançados até 2006. O livro de estréia do educador na editora foi O enigma da religião, em 1984. "E eu que nunca pensei que fosse escrever um único livro. Na primeira vez que me disseram que um livro meu ia ser publicado, tomei um susto", revela o autor.

O livro mais vendido até hoje foi a primeira compilação de crônicas de Alves, O retorno e terno, lançado em 1992. A obra também é considerada uma das mais marcantes pelo hoje cronista do Correio Popular, Folha de S. Paulo, e da revista Vida Simples, entre outros veículos de comunicação. Mas não é sua predileta. Qual é, então, a favorita?

Rubem explica: "Livro é feito comida. Se você me perguntar qual o meu prato favorito em uma noite fria seria uma sopa, por exemplo. Um dos meus favoritos é Quando eu era menino, mas estou muito encantado com Vamos construir uma casa?".

Outros títulos marcantes para o autor são A escola com que sempre sonhei sem imaginar que pudesse existir, livro que fala sobre a Escola da Ponte, em Portugal, e sobre seu método de ensino (os alunos estudam todos juntos, sem divisão de turmas, mostrando que todos partilham do mesmo mundo) e Fomos maus alunos. Este último foi escrito em parceria com o jornalista Gilberto Dimenstein e versa sobre educação.

Admirável cronista e admirado educador, Rubem Alves também enveredou no jornalismo e lançou seu único livro-reportagem pela Papirus, Aprendiz de mim, que fala sobre o projeto Cidade Escola Aprendiz, desenvolvido na Vila Madalena, considerado pela Unesco e Unicef uma referência mundial de educação. "A Papirus tem sido uma editora de grande amizade e faz parte da minha família e dos meus amigos. Acredito que a editora deva se encher de orgulho de ter vendido 500 mil exemplares só dos meus livros." A editora é a que mais publicou livros de Rubem Alves.


.