Pesquisa
Acesso
Login:
Senha:


JUN/2008 - ESCRITOR CRITICA COTAS PARA NEGROS E DIZ TREMER QUANDO POLÍTICOS FALAM EM EDUCAÇÃO


Apesar de firme e contundente em suas afirmações e na defesa de suas teses, Rubem Alves, ao mesmo tempo apresenta-se leve e afável, sempre sorridente e gentil. Um autêntico contador de histórias, como ele mesmo se auto-define. Diante de apaixonados leitores, em busca de autográfos, ou de sedentos jornalistas, atentos às suas opinões, Alves demonstrou admimirável vigor e carinho para com todos que o cercavam no seu retorno a Feira de Santana depois de longos 11 anos.

Foi nesse ambiente que, do alto dos seus 74 anos de experiência, o escritor e professor emérito da Unicamp (entre tantos outros títulos), reafirmou, em entrevista coletiva em uma livraria da cidade, que as escolas no Brasil não agradam aos alunos. "As lições de casa roubam das crianças o tempo...", e também criticou as cotas para negros nas universidades. "Essa é uma política anti-educacional, eu acho que isso vai contribuir para aumentar o preconceito racial...".

Rubem Alves não poupou os políticos do Brasil e disse tremer quando eles falam em educação. "Eles pensam que educação é multiplicar escolas...". Além disso, o escritor disse que o vestibular está definitivamente com os dias contados. "Os ricos descobriram que a educação é um excelente negócio... hoje em dia a oferta (de vagas) é maior que a demanda...". No final da conversa ele ainda falou sobre o amor e deu uma dica para quem quer se dedicar à palavra.

Clique aqui e leia a íntegra da entrevista com Rubem Alves

Fonte: PortalFS




.