7 mares

As cores do crepúsculo: A estética do envelhecer

E foi assim que começou o meu “caso de amor” com a velhice, com o rigor de um silogismo. Primeira…

Ler sinopse completa
Autor(es)
N° de páginas
903
ISBN
9788530809751
em até ou
Ver parcelas
Comprar E-book
Este livro digital está à venda em lojas parceiras. Clique no botão para saber mais.

Ficha técnica

Autor
ISBN
9788530809751
Lançamento
19/12/2012
Ano 1ª Edição
2012
Formato
Ebook
N° Páginas
903
Peso (g)
Dimensões (PxLxA)

Sinopse

E foi assim que começou o meu “caso de amor” com a velhice, com o rigor de um silogismo. Primeira premissa: eu sou velho; o gesto da moça do metrô o atesta. Segunda premissa: a velhice é a tarde imóvel, banhada por uma luz antiquíssima; a metáfora poética assim o declara. Terceira premissa: essa tarde imóvel me encanta, é bela. Conclusão: a velhice é bela como a tarde imóvel. Essa imagem me trouxe grande alegria. Ela dava conteúdo sensível àquilo que eu estava sentindo. (…) Eu podia então falar sobre a velhice falando sobre o crepúsculo. (…) O crepúsculo é o dia chegando ao fim. O tempo se acelera: como se transformam rápidas as cores das nuvens, no seu mergulho na noite! E, paradoxalmente, o tempo fica imóvel, paralisado num momento eterno. Por isso que o crepúsculo é um momento sagrado, de oração, quando o eterno se oferece a nós numa taça efêmera. Por isso cessa o trabalho. É momento de oração: angelus. Somente os sentidos atentos, em contemplação… – Papirus Editora

Quem viu este livro, também comprou

cores do crepúsculo

Em estoque

OK
Forma de Envio Custo Estimado Entrega Estimada

Desfiz 75 anos

Rubem Alves

R$ 65,90

Em estoque

A poesia do encontro

Elisa Lucinda Rubem Alves

R$ 59,90

Em estoque

Em estoque

Em estoque

Desenvolvido por Interteia Comunicação
arrow-right