logo-papirus7 mares

Cinema Novo A onda do jovem cinema e sua recepção na França

Nos anos 60, o Cinema Novo brasileiro conquistou notoriedade internacional e, na França, ocupou um espaço particular entre os movimentos...

Ler sinopse completa
Autor
Alexandre Figueirôa
N° de páginas
256
ISBN
9788530807658

R$ 63,90

em até ou
Ver parcelas

Em estoque

OK
Forma de Envio Custo Estimado Entrega Estimada
Outros pontos de venda
Este livro também está à venda em outras lojas. Clique no botão para saber mais.

Ficha técnica

Autor
Alexandre Figueirôa
ISBN
9788530807658
Lançamento
19/10/2004
Ano 1ª Edição
2004
Formato
Livro brochura (paperback)
N° Páginas
256
Peso (g)
310g
Dimensões (PxLxA)
1.4 × 21 × 14 cm

Sinopse

Nos anos 60, o Cinema Novo brasileiro conquistou notoriedade internacional e, na França, ocupou um espaço particular entre os movimentos cinematográficos surgidos naquele período. Uma contribuição decisiva para tal êxito foi a promoção do movimento realizada por alguns críticos de revistas especializadas, entre as quais Cahiers du Cinéma e Positif. Ao atribuir um valor cultural às obras do Cinema Novo, essas publicações propiciaram seu reconhecimento como concepção original de cinema. Este livro mostra como a circulação de idéias construiu um modelo cultural para o Cinema Novo, legitimado por acordos ideológicos preestabelecidos entre os parceiros desse processo, a saber, os cineastas brasileiros e os críticos franceses. Em seguida, analisa como o Cinema Novo, para ser convincente como modelo de cinema social e político conveniente às necessidades da crítica francesa, assumiu papéis determinados pelas estratégias promocionais das revistas, dos quais o principal foi o de substituto do neo-realismo italiano e da nouvelle vague francesa.

Desenvolvido por Interteia Comunicação
arrow-right